Publications

BOOKS
Cover_SorrisoNegroDona Ivone Lara’s Sorriso Negro. New York: Bloomsbury Academic, 2019

More than simply a paragon of Brazilian samba, Dona (Lady) Ivone Lara’s 1981 Sorriso Negro (translated to Black Smile) is an album deeply embedded in the political and social tensions of its time. Released less than two years after the Brazilian military dictatorship approved the Lei de Anistia (the “Opening” that put Brazil on a path toward democratic governance), Sorriso Negro reflects the seminal shifts occurring within Brazilian society as former exiles reinforced notions of civil rights and feminist thought in a nation under the iron hand of a military dictatorship that had been in place since 1964. By looking at one of the most important samba albums ever recorded (and one that also happened to be authored by a black woman), Mila Burns explores the pathbreaking career of Dona Ivone Lara, tracing the ways in which she navigated the tense gender and race relations of the samba universe to ultimately conquer the masculine world of samba composers.

capa_nasci

Nasci Para Sonhar e Cantar: D. Ivone Lara – a Mulher no Samba. Rio de Janeiro: Ed. Record, 2009

Responsável por algumas das mais belas canções batucadas Brasil afora, como Sonho meu e Alguém me avisou, Dona Ivone Lara é figura central da música popular brasileira. Primeira mulher a fazer parte da ala de compositores de uma escola de samba, sua trajetória se confunde com a história do próprio ritmo. Em Nasci para sonhar e cantar, Mila Burns faz um estudo antropológico, de gênero e raça, sobre a vida e carreira da cantora e letrista. A proposta do livro, além de contar a carreira de Dona Ivone Lara, é contextualizar a presença das mulheres, compositoras especialmente, na música popular brasileira, e que tipo de adversidades e preconceitos elas tiveram de superar. O livro nasceu como tese de mestrado em Antropologia da autora.

OTHER SELECTED PUBLICATIONS

“Resistência pela existência: Dona Ivone Lara, Sorriso Negro e ativismos nos últimos anos da ditadura brasileira,” The Latin Americanist, Volume 64, Number 1, March 2020, pp. 46-61.

“Ditadura tipo exportação: a diplomacia brasileira e a queda de Salvador Allende,” Dossiê Autoritarismos e Conservadorismos Políticos (Especial), Revista História e Cultura, Universidade Estadual Paulista, UNESP, Volume 5, Number 3. December, 2016: 175-198

“El Modelo Brasileño: la Influencia de Roberto Campos y Câmara Canto en la Dictadura Chilena,” Nuevo Mundo, Mundos Nuevos [Online], Debates, Online since 10 October 2016

“Dictatorship Across Borders: The Brazilian Influence on the Overthrow of Salvador Allende,” Revista Estudios de Seguridad y Defensa, Departamento de Investigación de la Academia Nacional de Estudios Políticos y Estratégicos de Chile, Number 3, July, 2014

“A dona da voz e a voz da dona: a trajetória de Dona Ivone Lara” in: Velho, Gilberto (org.), Rio de
Janeiro: cultura, política e conflito. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2007: 108-127

Janny Scott, Uma Mulher Singular: a História Desconhecida da Mãe de Barack Obama. Record: 2012. Translation from the original book, A Singular Woman: The Untold Story of Barack
Obama’s Mother. Riverhead Books: 2011

Guia do MoMA: 350 obras do Museu de Arte Moderna. Translation from the original book MoMA,
Highlights: 350 works from the Museum of Modern Art. MoMA Publications: 2013

PRESS

Nota sobre o livro publicada na revista Tam nas Nuvens de fevereiro
Reportagem sobre “Nasci para sonhar e cantar”, publicada em O Estado de S. Paulo
Reportagem sobre “Nasci para sonhar e cantar” publicada no Jornal da Tarde

Istoé Gente – Livro refaz a trajetória de Dona Ivone Lara em universo machista do samba

Jornal do Brasil

Paraná Online – A força da mulher na música brasileira

Hora Sonora

Agenda do Samba e do Choro

Blog Marcelo Moutinho

Blog Passarela – Revista Veja

Bom de Humor – O sonho de Dona Ivone Lara

Blog O couro do cabrito

Blog Vacatussa

Rio de Janeiro: cultura, política e conflito – Jorge Zahar Editor.

Resenhas Brasil

Kitabu

Etnográfica